Blog

Vamos avaliar 2019: como foram os resultados financeiros da sua empresa?

Vamos avaliar 2019: como foram os resultados financeiros da sua empresa?

03/12/2019

Agora que 2019 já está acabando, quando você olha para os meses que passaram e todas as decisões tomadas, sua sensação é a de que os acertos superaram os erros? Só existe uma maneira de identificar com precisão se saldo de um ano inteiro termina no positivo ou no negativo: analisando os indicadores da gestão financeira.

Partindo dessa compreensão, o bom gestor deve entender que sua empresa é um organismo coletivo, que funciona a partir da disposição e do trabalho de muitas pessoas. A análise detalhada da performance financeira de 2019 precisa ser compartilhada com seus sócios ou com quem mais julgar importante dado o nível de envolvimento de tal pessoa nas tomadas de decisão.

Dois indicadores são de extrema importância: custos despesas. Como identificá-los com precisão?

Os custos

Os custos equivalem a todos os investimentos feitos por uma empresa, que são destinados para produzir um produto ou oferecer um serviço. Sem esse valor, não é possível iniciar ou continuar com as vendas. Portanto, naturalmente, para conseguir aumentar a produção é preciso aumentar o custo da empresa.

A partir desse entendimento, é possível definir também o conceito de “preço de custo”, que é o valor mínimo que uma empresa gasta para produzir um produto especificamente. Quando tal produto é vendido a preço de custo, isso quer dizer que o lucro será zero. Em cima do preço de custo é possível calcular o preço de venda, e a diferença entre esses dois valores é onde se localiza o localiza o lucro.

 

As despesas

Pode-se dizer que as despesas são tudo o que uma empresa precisa para que possa manter o mínimo funcionamento de toda sua estrutura. Tem a ver com todos os valores investidos na área comercial, administrativo, marketing, recursos humanos e etc.

E as despesas podem ser divididas em duas categorias:

1 – Fixas: são aquelas que não variam a partir da quantidade de bens ou produtos vendidos pela empresa, como por exemplo, materiais de escritório.

2 – Variáveis: esta, por sua vez, varia de acordo com a quantidade de produtos produzidos pela empresa, como por exemplo, a comissão de vendedores.

 

Os gastos não previstos também são importantes

Além de custos e despesas, os gastos não previstos também precisam ser pensados e levados em conta na hora de cuidar da gestão orçamentária de uma empresa. Até por que eles exigem uma certa perspicácia quando aparecem, de repente, dentro do que havia sido planejado previamente. Esses gastos são valores que a empresa não previu, mas que precisa investir para continuar sua produção. Por ser imprevisível, não é possível de ser repassado no preço do produto, portanto, a empresa precisa arcar com o prejuízo. Exemplos: substituição de uma peça com defeito, um assistência técnica emergencial.

 

Investimentos

Compreender muito bem todos os detalhes sobre despesas, custos e gastos não previstos, ajuda a decifrar com inteligência os segredos dos investimentos ao longo do ano. Para auxiliar a sua gestão, vamos relembrar algo eficiente nesse propósito, o ROI (Retorno Sobre os Investimentos). O ROI te ajuda a encontrar o real impacto de cada investimento dos resultados da empresa, afinal de contas, nesta imensa colcha de retalhos da gestão financeira – e aqui estamos falando novamente dos custos, gastos e despesas – o que importa, sobretudo, são os bons frutos gerados num período analisado; sim, estamos falando de lucro. O ROI pode ser medido isoladamente por investimento ou de maneira global, apontando a eficiência operacional do negócio.

A gente pode continuar conversando sobre o ROI da sua empresa e inclusive te explicar melhor como decifrá-lo, venha conversar com a gente sobre este e outros assuntos.

 

Você decide 2020

Talvez seja otimista demais que já definiu 2020 como o melhor ano de todos, e também extremamente pessimista que já previu que será um ano ruim. O que sabemos até agora é que o ano novo que começa daqui a pouco é uma página em branco para nós, para você e também para sua empresa. Pensar assim talvez possa provocar uma sensação de imprecisão ou incerteza, mas aí é que vem a boa notícia: quem vai preencher esta página será você. Agora, é verdade você não precisa construir seu 2020 sozinho, estamos aqui para te ajudar todos os dias desta nova etapa. Aproveite para conhecer o nosso serviço de Consultoria Organizacional. Vamos juntos? 

Posts Relacionados

Como utilizar a DRE para cortar despesas do negócio

Como utilizar a DRE para cortar despesas do negócio

data 10/03/2020

Quando a necessidade é enxugar gastos e cortar despesas para afrouxar as contas do mês, um documento muitas vezes negligenciado entre a papelada contábil pode ser a chave: a Demonstração de Resultados, ou DRE.

Continuar Lendo >>
Conheça os primeiros passos para abrir seu próprio negócio

Quais são os primeiros passos para abrir seu próprio negócio?

data 02/03/2020

Abrir um novo negócio exige uma preparação que vai bem além da obtenção dos recursos financeiros iniciais. Há orientações que, se seguidas ainda nos primeiros passos do empreendedor, são determinantes para se proteger dos riscos envolvidos nessa atividade.

Continuar Lendo >>
WhatsApp no Trabalho: Permitir ou Proibir?

WhatsApp no Trabalho: Permitir ou Proibir?

data 23/12/2019

Se por um lado o WhatsApp traz facilidade na comunicação, por outro, há bastante preocupação quanto à queda da produtividade por conta da liberação do aplicativo no ambiente de trabalho. Como administrar o tempo para utilização do WhatsApp no horário comercial (e até fora dele)? Será que a solução é proibir?

Continuar Lendo >>

Agende uma apresentação agora mesmo!

Clique aqui