Blog

Como manter a gestão financeira diante da crise do Coronavírus?

Como manter a gestão financeira diante da crise do Coronavírus?

22/04/2020

Os impactos da crise sanitária causados pela pandemia do novo Coronavírus chegaram também à economia. Assim como o país já anuncia os primeiros efeitos de instabilidade, cada empreendedor também precisou parar para pensar ou tem vivenciado na pele, a depender do setor de atuação, como as mudanças afetam os negócios.

Queda no faturamento, redução de movimento de clientes, desaceleração na produção, desfalque no número de colaboradores… As complicações decorrentes da crise são variadas.

Por isso mesmo, o momento é de redobrar o nível de controle sobre as finanças, visando ultrapassar a fase difícil e evitar medidas drásticas como o fechamento do negócio.

Para adaptar a gestão financeira nesse período, há alguns passos que precisam se tornar prioridade.

As dicas a seguir são baseadas no conteúdo fornecido pelo Sebrae, visando orientar especialmente as pequenas empresas para lidar com a crise.

Boa leitura!

 

1. Faça um levantamento das despesas

Como a crise pode se estender por alguns meses, o planejamento a curto prazo é importante para que a empresa se mantenha mesmo com a queda nos números. Por isso, é recomendado fazer um levantamento das despesas previstas para os próximos dois ou três meses, ao menos.

A organização pode ser feita por meio de uma planilha, separando os valores por tipo de despesa. Quanto mais detalhada ela for, maior será sua utilidade para garantir o controle financeiro nos períodos mais apertados. Veja o exemplo do Sebrae:

2. Defina as prioridades

Com a planilha de despesas em mãos, é hora de analisá-la de forma a identificar os tipos de despesa com maior impacto para o negócio, como aluguel e materiais para produção, que costumam figurar no topo da lista. Depois de identificadas, será possível formular as ações prioritárias - a negociação é uma delas.

 

3. Faça as negociações e ajustes necessários

Para ajustar as despesas de acordo com a realidade do momento e as possíveis quedas no faturamento, há algumas providências que podem ser tomadas:

  • Negociação com fornecedores buscando aumentar os prazos de pagamento;
  • Renegociação de dívidas com instituições financeiras. Geralmente, em períodos de instabilidade econômica, as instituições anunciam maior abertura para apoiar pessoas físicas e jurídicas;
  • Ajuste de gastos para cortar despesas não essenciais para a sobrevivência do negócio. 

 

4. Aplique estratégias para aumento do faturamento

Além das ações de redução de despesas, é importante a movimentação para evitar perdas ainda maiores no faturamento - não é o momento de desanimar ou considerar que não há nada a ser feito!

Há algumas providências que podem ser tomadas visando aumentar o faturamento:

  • Promoção de produtos que estão há muito tempo em estoque. É preciso considerar que a preocupação financeira também afeta as famílias e, por isso, o impulso para as compras se torna mais moderado. Preços mais baixos e atrativos são importantes para manter as vendas em dia;
  • Disponibilização de serviços de entrega para manter o nível de compra dos clientes. Mesmo que temporariamente, é válido estruturar também um modelo de vendas diferenciado, como atendimento pelo WhatsApp e Instagram;
  • Diversificação e ampliação das formas de pagamento. Adaptações que tornem as compras ainda mais fáceis para o consumidor são importantes para motivar a venda;
  • Intensificação das estratégias de divulgação dos produtos, explorando principalmente o marketing digital: Facebook, WhatsApp, Instagram etc. A necessidade de ficar em casa tem tornado as pessoas ainda mais ligadas à internet e redes sociais. A presença da sua marca nesse ambiente se torna ainda mais importante!
     

5. Faça a gestão do fluxo de caixa

Não se esqueça de reforçar a atenção também com o fluxo de caixa da empresa, uma das principais ferramentas para garantir o controle financeiro diário e periódico, de modo que as contas fechem no fim do mês. 

Para otimizar essa prática na gestão financeira do seu negócio, é possível contar com conteúdos disponibilizados gratuitamente para o empreendedor, como os do Sebrae, que incluem planilhas de fluxo de caixa já prontas. 

Agora, é só colocar em prática!

Lembre-se que em uma crise, agilidade e precisão são palavras de ordem. 

Leia também: Gestão de crise em tempos de Coronavírus

Para que seu negócio enfrente os momentos difíceis, comece a agir o quanto antes!

Posts Relacionados

Gestão de crise em tempos de Covid-19: Planejamento é a chave

Gestão de crise em tempos de Covid-19: Planejamento é a chave

data 14/04/2020

Como os jornais brasileiros têm noticiado, já é possível afirmar que um dos efeitos da pandemia está sendo sentido também no mercado, de forma mais ou menos impactante para determinados setores da indústria e de serviços. Como lidar com todas as preocupações decorrentes desse cenário? As principais lições que podem ajudar empresários nesse momento estão nas estratégias de gerenciamento de crise.

Continuar Lendo >>
Crédito Imóvel Próprio: o empréstimo que pode resolver sua situação financeira

Crédito Imóvel Próprio: o empréstimo que pode resolver sua situação financeira

data 13/06/2017

Neste texto vamos falar sobre um assunto bem comum na vida de muitas pessoas e talvez seja na sua também. Vamos falar sobre dívidas. Mas também sobre como superá-las.

Continuar Lendo >>
Crise Financeira: Inteligência Emocional para sair do vermelho

Crise Financeira: Inteligência Emocional para sair do vermelho

data 19/04/2017

Crise econômica, queda de receita, aumento de impostos, despesas familiares, imprevistos que custam caro, despesas com funcionários, juros do cartão de crédito, prestação do último empréstimo prestes a vencer, dívidas e mais dívidas... ufa!

Continuar Lendo >>

Agende uma apresentação agora mesmo!

Clique aqui