Blog

3 formas do contador melhorar a gestão financeira das empresas

3 formas do contador melhorar a gestão financeira das empresas

29/01/2019

Em uma empresa, os problemas financeiros podem ser comparados à pressão alta: uma doença silenciosa, sem sintomas aparentes que, quando resolver dar sinais, já está em estágio avançado, a ponto de colocar em risco a vida. É por esse motivo que o domínio das finanças é considerado um fator crítico de sucesso para o negócio, e também por conta dele é que se faz tão importante para um contador consultor tratar do tema com seu cliente, levantando questionamentos que o levem a pensar se a gestão financeira de seu negócio está sendo feita da maneira profissional. Como um contador consultor, é importante trazer a ele a consciência da necessidade do domínio dos números da empresa para alcançar os objetivos de curto, médio e longo prazo.

Mas para além de questionar, o seu grande diferencial como contador consultor pode – e deve! – ser também ajudar o seu cliente a solucionar os problemas relacionados à gestão financeira do negócio. Incluir soluções nesse sentido no seu escopo de serviços é uma maneira prática de se diferenciar das empresas de contabilidade tradicionais, preocupadas unicamente em cumprir as conformidades legais, de maneira distanciada e desligada dos aspectos gerenciais do negócio do cliente.

Portanto, se atualmente sua empresa de contabilidade busca maneiras de se tornar mais competitiva no mercado ou mesmo de fidelizar clientes, a dica é aproximar-se da gestão financeira, uma área geralmente deficiente nas empresas que pode ter melhorias significativas com o apoio técnico de quem entende. Como colocar esse apoio em prática? Indicamos aqui três maneiras efetivas de oferecer melhorias na gestão financeira para o seu cliente.

1)    Orientação financeira

A primeira opção a seguir é disponibilizar um serviço de orientação financeira. Com ele, a responsabilidade de sua empresa será mostrar o caminho das pedras para melhorias na gestão financeira do cliente. Isso se dá a partir da observação de sua rotina, que permitirá identificar mudanças necessárias para alcançar melhores resultados. Depois de identificadas, o contador poderá orientar diretamente ações que podem ser implantadas.

Pensemos num exemplo prático. Sua empresa presta os serviços de contabilidade a um escritório de publicidade que iniciou há pouco seu processo de crescimento e, por isso mesmo, ainda não compreendeu a importância que deve ser dada ao aspecto financeiro, feito no improviso até aquele momento. Você, como consultor, identifica esse cenário e aponta a necessidade de ter um maior domínio sobre valores que entram e sobre os gastos, o que pode ser solucionado facilmente por meio de um software de gestão financeira automatizada, como é o caso do Conta Azul, que permite fazer o controle de forma prática e intuitiva. A partir daí, a própria empresa acata essa orientação e dá andamento à implantação da plataforma internamente.

O papel da empresa de contabilidade é, portanto, de curadoria, para apresentar as melhores soluções para que o cliente execute-as internamente. Trata-se de uma maneira prática de oferecer um diferencial ao negócio, que pode inclusive ser uma solução incluída nos contratos de assessoria contábil, como é o caso da Marco Contabilidade Consultiva nesse formato de contratação.

2)    Consultoria financeira

No modelo de consultoria, a participação da empresa de contabilidade será mais ativa que no caso de uma orientação. O consultor ajuda a modelar o processo de gestão financeira ideal para o cliente e ainda o acompanha de maneira personalizada para que consiga implantá-lo. Seu conhecimento técnico será usado para ajudar o empresário a entender como deve ser levada a rotina financeira – como ele deve controlar as contas a receber, como agendar pagamentos, lançá-los no sistema etc. – e ainda para guiá-lo neste caminho.

Com uma consultoria financeira, o seu cliente passa a dar mais atenção ao aspecto financeiro, sendo capaz de organizar a casa para aplicar um planejamento mais preciso, já que o consultor entrega uma série de análises econômicas e panoramas que apresentam de maneira clara o cenário para novos investimentos, ameaças e oportunidades, além de acompanhar a evolução de perto para aconselhar sempre que preciso.

O sucesso desse modelo tem relação com o fato de que, para o empresário, muitas vezes é bem mais vantajoso contratar uma consultoria do que tentar implantar esse processo por conta própria, sem ter o conhecimento e experiência necessários em gestão financeira.

3)    Assessoria financeira

Há ainda uma terceira forma de oferecer o serviço, que também é uma saída para o cliente que considera oneroso manter um setor financeiro interno. A assessoria financeira é basicamente a terceirização do processo de gestão financeira do parte do cliente, também conhecida como BPO Financeiro (a sigla significa Business Process Outsourcing).

Com a contratação do serviço, passa a ser responsabilidade da empresa de contabilidade não só exercer a assessoria contábil, mas também assumir a responsabilidade sobre determinadas partes do trabalho de gestão financeira do negócio dele, como a gestão de contas a pagar e a receber, conciliação bancária e gestão eletrônica de documentos. Essa pode ser a solução ideal para determinados negócios enfrentando situações como falta de pessoal para exercer a função, gestor com pouco conhecimento na área ou setor apresentando falhas constantes.

Uma maneira de enriquecer ainda mais o serviço de assessoria financeira é associá-lo à consultoria, oferecendo reuniões mensais de análise e interpretação dos números, que ajudam a manter o controle estratégico do negócio.

O bom funcionamento da assessoria financeira exige a educação e adaptação a uma rotina que envolve a digitalização e envio diário dos documentos de contas a pagar e receber, mas há diversas maneiras de montar um processo prático para o dia a dia. Para entender mais sobre o serviço, acesse nosso artigo “BPO Financeiro: como começar?”.

 

Todas as oportunidades apresentadas aqui deixam bem claro que, definitivamente, a gestão financeira é uma enorme oportunidade para que sua empresa de contabilidade se diferencie das empresas tradicionais, aumente a receita – você vai perceber como as empresas se mostram mais dispostas a investir em serviços de assessoria financeira que contábil – e passe a ser ainda mais valiosa para o seu cliente.

E então, vamos juntos transformar as finanças das empresas?

Acompanhe nossas redes sociais para compartilhar experiências e receber dicas de como crescer seu negócio.

 

Posts Relacionados

BPO Financeiro: Como começar?

BPO Financeiro: Como começar?

data 13/12/2018

Um bom contador consultor, preocupado em encontrar soluções que tornem mais proveitosa a rotina na empresa de seu cliente, pode fazer a diferença ao propor meios para que o empresário se dedique às atividades principais da melhor forma possível, sem prejudicar os setores secundários. O BPO Financeiro é uma dessas soluções. Não sabe o que significa o termo e quais são as vantagens de aplicá-lo em sua empresa de contabilidade? Então acompanhe!

Continuar Lendo >>
Ano novo, Contabilidade nova: aproveite o momento ideal para melhorar os serviços contábeis

Ano novo, Contabilidade nova: aproveite o momento ideal para melhorar os serviços contábeis

data 12/12/2018

2018 está chegando ao fim. Agora é o momento certo para colocar as finanças da sua empresa em ordem, para que todas as energias daqui pra frente sejam gastas para fazê-la crescer, de maneira mais sustentável e segura.

Continuar Lendo >>
Custo é igual unha, tem que cortar toda semana

Custo é igual unha, tem que cortar toda semana

data 13/08/2018

Há um ditado popular que diz que “quem não agradece o pouco, não merece o muito”. Faz sentido. No entanto, para quem é empresário, seja de uma grande, média ou pequena empresa, a relação entre muito e pouco vai mais além.

Continuar Lendo >>

Agende uma apresentação agora mesmo!

Clique aqui