Blog

Liderar é verbo transitivo

Liderar é verbo transitivo

10/02/2017

 “A  gente não quer só dinheiro

A gente quer dinheiro e felicidade

A gente não quer só dinheiro

A gente quer inteiro e não pela metade…

Você tem sede de que? Você tem fome de que?”

 

Você se lembra da canção “comida”, dos Titãs? Ela fez muito sucesso nos anos 80, porém ainda continua dizendo muito sobre os modos de ser e viver de hoje em dia, trinta anos depois. Esse pequeno trecho da famosa composição diz muito sobre como pode ser entendida a cultura organizacional de uma empresa. As pessoas passam boa parte de suas vidas trabalhando, se relacionando com colegas de trabalho, colaborando para a criação de produtos e serviços que serão úteis para outras pessoas. Ou seja, a vida dentro de uma empresa não se trata apenas de dinheiro. E se assim o for, temos então uma vida pela metade. Não é só por dinheiro, é também por felicidade.

 

 

Mas, afinal, o que seria felicidade dentro do contexto corporativo?

 

Bem, para responder essa questão, outro pensamento precisa ser exercitado, quem será capaz de conduzir as pessoas para uma vivência de trabalho plena de satisfação e felicidade? Ora essa, uma liderança. MAS UMA LIDERANÇA QUE ANDA SOBRE AQUILO QUE FALA. 

 

 

 

 

Gestor e líder

Quando o assunto é liderança, o primeiro passo para que a discussão possa caminhar com honestidade intelectual, é distinguir GESTOR de LÍDER. Nas palavras de Pedro Nery, Consultor em Gestão da Marco Contabilidade & Gestão: “líder é aquele que influencia as pessoas, que faz com que os outros desejem fazer algo que ele está convencido de que deve ser feito. Já o gestor é aquele que tem a responsabilidade de entregar resultados através de sua equipe. Na grande maioria das empresas nós encontramos poucos gestores (chefes) e muitos líderes (influenciadores), inclusive líderes negativos. O melhor cenário para a empresa é que os seus chefes sejam bons líderes.”

 

O melhor caminho para a mobilização de uma equipe é a liderança pelo exemplo, ou o que podemos chamar de “Walk the talk” (andar sobre o que fala). É importante haver esse alinhamento entre o que o gestor acredita e aquilo que ele faz. Aí entra um outro ponto importante: acreditar de fato no que se faz. A boa liderança é aquela que está envolvida com os valores da empresa.

 

O posicionamento institucional de uma organização não pode ser entendido como frases de efeito que servirão como um enfeite ou um cartão de visitas; é mais que isso. Os valores de uma empresa devem inspirar, convidar para a reflexão, produzir um sentimento de coragem para que possam ser seguidos. O líder, dentro desse contexto, será esse exemplo prático de carne e osso, à imagem e semelhança de todos os colaboradores.

 

O líder, como uma pessoa igual as outras, quando toma para si os valores institucionais e os reverbera em suas ações até nas atividades mais banais do dia a dia, está dizendo que todos também podem fazer o mesmo. Só assim, sendo um elo entre valores e pessoas, é que será possível convencer sua equipe a seguir por algum caminho.

 

 

5 lições para bons líderes

 

Robert Levering, co-fundador da Great Place to Work, elencou em um documento, 5 lições importantes para que as lideranças possam construir ambientes saudáveis em que a felicidade possa ser uma constante e também uma amiga das atividades em busca de resultados.

1- A vida dos seus funcionários está em jogo.

2- As melhores empresas estão liderando com valores compartilhados, não com regras e diretrizes.

3- Ser reconhecida como a melhor empresa é menos sobre “regalias” e mais sobre a experiência do funcionário.

4- Os líderes precisam estar a bordo de um excelente ambiente de trabalho para a cultura prosperar.

5- Quando se trata dos seus funcionários, seja generoso.

 

 

A gente quer felicidade, a gente quer dinheiro

 

Retomando a letra dos Titãs, repare no que ela diz: “A gente não quer SÓ dinheiro / A gente quer DINHEIRO E FELICIDADE”.

 

A busca por resultados é o grande motor de toda organização. E é perfeitamente possível entender atributos como a felicidade, o ambiente saudável, a satisfação e participação das pessoas, como resultados importantíssimos para um lugar marcado pela diversidade da força de trabalho que contribui para a geração daquilo que é construído pelas mãos de quem se entrega a um ofício.

 

No entanto, resultado também é dinheiro, e pode ser entendido como o batimento das metas, o crescimento percentual, o alcance de novos mercados etc. A sobrevivência e a manutenção de todo negócio também está relacionado à sua capacidade de vender seus produtos e serviços. Esta finalidade não deve ser vista separadamente do cuidado para com as vidas que compõem o organismo de uma empresa. Dinheiro e felicidade andam juntos e o bom líder será aquele que souber traduzir essa compatibilidade para sua equipe, mais do que com palavras, mas com ações e exemplos.

 

Lembre-se: liderar é verbo transitivo justamente por que depende desse movimento entre pessoas envolvidas num mesmo projeto, com um mesmo objetivo.

 

 

 

 

Seja líder na prática

 

Você chegou até aqui e acabou de aprender um pouco mais sobre liderança. A gente espera que, depois deste texto, você que é dono de um negócio, esteja se sentindo um pouco mais líder e também um pouco mais gestor. Sendo assim, como bônus, gostaríamos de convidar você para assistir um pequeno vídeo de Pedro Nery, intitulado Como definir metas para sua equipe.

 

Quer saber mais sobre os inumeráveis atributos de um bom gestor e uma boa liderança, entre em contato conosco. A nossa equipe aqui da Marco Contabilidade & Gestão está pronta para conversar com você sobre este e outros assuntos que possam aprimorar a gestão do seu negócio.  

Posts Relacionados

TBC: Como corrigir equipes que não resolvem problemas

TBC: Como corrigir equipes que não resolvem problemas

data 17/04/2019

Sua empresa tem enfrentado dificuldades por conta de uma equipe que vive jogando os problemas de um lado para o outro? Há uma técnica poderosa para melhorar o desempenho do seu time e resolver o “empurra-empurra” de uma vez por todas.

Continuar Lendo >>
O segredo da gestão de pessoas

O segredo da gestão de pessoas

data 11/02/2019

Para boa parte dos gestores, gerir pessoas é um dos maiores desafios encontrados na rotina na empresa. Mas de acordo com Jack Welch, a gestão de pessoas pode ser vista como a parte mais fácil da gestão. Entenda!

Continuar Lendo >>
Os 10% que você deve demitir

Os 10% que você deve demitir

data 17/12/2018

A capacidade de gerir pessoas é determinante para o sucesso de qualquer empresa. Identificar habilidades, incentivar o crescimento individual e motivar constantemente a equipe são algumas das atribuições de um gestor capazes de fazer a diferença em resultados efetivos para a empresa. Você já enfrentou dificuldades em manter ações nesse sentido na sua empresa ou mesmo em identificar o que pode estar travando seu desenvolvimento? Jack Welch pode te ajudar. Entenda!

Continuar Lendo >>

Agende uma apresentação agora mesmo!

Clique aqui