Blog

O primeiro passo para se tornar um contador consultor

O primeiro passo para se tornar um contador consultor

25/03/2019

O profissional de contabilidade que já atua na área há algum tempo com certeza é capaz de identificar que, nos últimos anos, o mercado contábil sofreu mudanças importantes no que diz respeito ao modelo de negócio ideal.

Essa evolução do mercado pode ser caracterizada por uma maior aproximação das empresas contábeis, oferecendo serviços de consultoria para melhorar a performance dos clientes. Em lugar de atuar como um serviço contábil meramente despachante, que se limita a cumprir as obrigações legais e enviar guias de impostos e folhas de pagamento, por exemplo, a empresa contábil adota a responsabilidade de cumprir um papel mais amplo, preocupada em analisar toda a gestão do negócio, com o objetivo de diagnosticar possíveis problemas, apontar as soluções e oferecer o suporte para alcançá-las.

Além do benefício ofertado ao cliente, que passa a contar com um apoio de visão estratégica para crescer de acordo com cada necessidade, a contabilidade consultiva é uma solução para se destacar em meio ao cenário da contabilidade tradicional, ameaçado pela guerra da concorrência de preços e pela contabilidade online.

Mas não se trata de simplesmente incluir serviços na cartela da empresa. A eficácia da contabilidade consultiva é também – e antes de tudo – o resultado de posturas adotadas por quem está no comando da locomotiva: o contador consultor.

Para o contador que deseja ter sucesso no objetivo de posicionar sua empresa como uma agente de transformação efetiva das empresas clientes, há um segredo. Mas a gente revela!

O contador consultor é, primeiramente, um contador gestor

A lógica é bastante simples: antes de querer transformar a vida do seu cliente, é preciso se perguntar se a sua própria empresa contábil já foi transformada. A mudança que deseja incentivar a outros negócios precisa vir de dentro. E para alcançar esse objetivo, há um grande exercício de gestão a realizar, que inclui a consciência desse lugar – um gestor nada mais é alguém que compreende a responsabilidade de entregar resultados através das outras pessoas, ou seja, de sua equipe.

A analogia com o futebol já é conhecida: o técnico de um time tem a importância e a visão de escalar a equipe e definir táticas para alcançar objetivos, mas quando o juiz dá o primeiro apito, nenhum resultado será alcançado sem que sua equipe entre em campo, com suas habilidades e conhecimentos.

Como o contador gestor não conseguirá estar 100% presente em todos os pontos de contato de cada cliente, a confiança do profissional na entrega de sua equipe será determinante para o bom andamento do serviço de contabilidade consultiva. Com uma equipe bem orientada e motivada, há ainda a atenção necessária a todos os pontos que deseja orientar seus clientes futuramente, como por exemplo a gestão financeira e a própria contabilidade. Em resumo, portanto, a empresa contábil deve ter bem resolvidas diversas questões:

- liderança bem estabelecida e motivadora;

- equipe capacitada, com os profissionais certos nas funções certas;

- estratégia de vendas definida;

- processos internos modelados;

- planejamento estratégico;

- plano de marketing etc.

*A Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), entidade que promove a cultura da excelência de gestão no Brasil, oferece um modelo de referência e aprendizado válido para qualquer tipo de empresa, que engloba orientações muito úteis para colocar tais ações necessárias para o sucesso em prática. Ele pode ser consultado aqui.

A experiência ensina e capacita

A lição mais importante que o contador gestor obtém com o posicionamento de que estamos falando é que tal postura e todas as ações necessárias para chegar até ela trarão conhecimentos e integridade fundamentais para só então levar o mesmo sucesso a todo e qualquer cliente que deseje crescer seu negócio.

Ou seja: quem já enxergou a oportunidade de mercado existente na contabilidade consultiva e deseja se tornar um contador consultor de excelência encontrará um caminho muito mais eficaz ao adotar, primeiro, práticas importantes características de um bom gestor. Ganha também a empresa e toda a sua equipe, que estarão organizadas, habilitadas e bem orientadas para executar todos os serviços da melhor maneira.

Para mais dicas de como se tornar um contador consultor, acesse nossa categoria Gestão Contábil. Interaja conosco também pelas redes sociais!  

Posts Relacionados

Por que o contador deve se envolver com a gestão financeira?

Por que o contador deve se envolver com a gestão financeira?

data 24/05/2019

Ainda que muitos profissionais da área de contabilidade ignorem a realidade, o cenário atual tem apontado de maneira muita clara a necessidade de que o profissional contábil participe ativamente da gestão financeira do negócio de seus clientes. Entenda o por quê!

Continuar Lendo >>
Vendas transacionais X Vendas consultivas: Qual o melhor modelo para negócios contábeis?

Vendas transacionais X Vendas consultivas: Qual o melhor modelo para negócios contábeis?

data 13/05/2019

Os novos caminhos da contabilidade apontam a necessidade de analisar um conceito básico das vendas – a existência de dois métodos para vender: a venda transacional e a venda consultiva. Neste artigo, você entenderá como a diferença entre esses dois formatos pode indicar o melhor caminho para o seu negócio contábil, para que ele vá ao encontro das necessidades atuais do mercado.

Continuar Lendo >>
Você está preparado para ser o contador do futuro

Você está preparado para ser o contador do futuro? Entenda a revolução do mercado contábil

data 25/04/2019

Profissional contábil, o dia 25 de abril é dia de receber os parabéns pelo exercício da profissão! Mas para celebrar o Dia da Contabilidade, a Marco Contabilidade Consultiva celebra a data trazendo um questionamento capaz de te levar ainda mais longe no seu mercado de atuação.

Continuar Lendo >>

Agende uma apresentação agora mesmo!

Clique aqui