Blog

Quais são os principais erros cometidos pelos lojistas?

Quais são os principais erros cometidos pelos lojistas?

22/02/2019

A rotina para os lojistas envolve uma série de processos específicos que tomam boa parte do tempo na gestão, como fluxo de caixa, gestão de estoque, atenção ao desempenho das vendas... Nem sempre é fácil manter o controle de todas as responsabilidades ao mesmo tempo, mantendo o equilíbrio financeiro necessário para que o negócio se sustente e possa alcançar lucros ainda maiores. Como evitar erros na gestão financeira de sua loja? Temos algumas dicas importantes!

Elas foram dadas pelo sócio da Marco Contabilidade Consultiva, Pedro Nery, em entrevista concedida para o Blog do Varejo, desenvolvido pela Gazin Atacado (uma das maiores empresas atacadistas do Brasil). A conversa esclarece quais são os principais erros que os donos de lojas cometem e indica como alcançar melhores resultados de agora em diante. Confira!

Blog do Varejo - Quais são os principais erros que os lojistas cometem na área contábil?    

Pedro Nery - O principal erro cometido pelos lojistas é a falta de controle das finanças e do estoque. Muitas vezes os donos do negócio não dominam os números, não sabem quanto venderam, quanto já receberam, quanto têm a receber das operadoras de cartão de crédito, qual é o custo da mercadoria vendida, qual é o lucro da empresa, entre tantos outros indicadores que são essenciais para uma gestão profissional. Da mesma forma, eles não controlam o estoque, não sabendo ao certo o total de mercadorias que têm disponíveis para vender, dificultando as compras e reduzindo o capital de giro.      

BV - Como resolver essas questões?    

PN - O caminho para resolver esses problemas é melhorar a gestão da empresa, em todos os seus aspectos, mas, principalmente, na gestão de pessoas e processos. É necessário ter um profissional com conhecimento e experiência para administrar o negócio, assim como ter um software de gestão que atenda às necessidades. Caso o dono do negócio não tenha condições de exercer esse papel de gestor ou contratar algum funcionário competente para isso, uma ótima alternativa é terceirizar o processo de gestão financeira para uma empresa especializada.                

BV - O que é melhor: ter um profissional interno ou terceirizar essa área?  

PN - A resposta depende do contexto de cada negócio. Caso a empresa tenha um profissional competente para realizar a gestão financeira e tenha um software adequado, é preferível que o processo seja feito internamente, para garantir agilidade e domínio do negócio. Por outro lado, caso o lojista não disponha desses recursos, é recomendado que ele terceirize o processo de gestão financeira, contratando uma empresa que ofereça o serviço de assessoria financeira, também chamado de BPO (Business Process Outsourcing) financeiro.                

BV - Como escolher a melhor empresa ou profissional de contabilidade para a loja?           

PN - O melhor profissional de contabilidade é aquele que entende as peculiaridades do negócio, tendo experiência prática no segmento, e não somente conhecimento teórico. É importante que o empresário tenha um contador consultor ao seu lado, que se ocupe não apenas em cumprir a conformidade legal, como enviar guia de impostos e folha de salários, mas também ajude a superar os desafios da gestão, como o controle financeiro e de estoque.   

Quais são os principais erros cometidos pelos lojistas

BV - Quais são as principais mudanças recentes em relação às obrigações fiscais que os lojistas precisam ficar atentos?            

PN - O Estado está avançando no seu projeto SPED, que é o Sistema Público de Escrituração Digital, através do qual está monitorando as atividades econômicas das empresas em tempo real. Com o advento das notas fiscais eletrônicas, especialmente da nota do consumidor (NFC-e), o Estado acompanha toda a movimentação de entrada, saída e devolução de mercadorias, permitindo identificar não conformidades e suspeitas de fraudes. A fiscalização deixa de ser feita por amostragem ou por denúncia e passa a ser feita direcionada nas empresas que apresentam indícios de irregularidades, as quais são auditadas e, se for constatada alguma ilegalidade, são autuadas e multadas, podendo ser interditadas, inclusive. O projeto SPED está avançando, expandindo para as relações trabalhistas com o eSocial, que será obrigatório para as micro e pequenas empresas a partir de 2019, e também com o controle de estoque, através do Bloco K da EFD ICMS/IPI (SPED Fiscal).  

BV - Quais são as principais tendências na área de contabilidade? O uso de uma ferramenta automatizada é algo obrigatório hoje em dia?         

PN - A contabilidade passa por uma grande transformação, causada pela 4ª revolução industrial, com o avanço da internet, da programação em nuvem e da inteligência artificial. Surge a contabilidade digital, feita em tempo real, integrando as informações lançadas pelo cliente com as informações auditadas pela contabilidade. Nesse sentido, é fundamental que o lojista utilize um software da nova geração, que seja em nuvem, integrado com outros serviços, como bancos, operadoras de cartão de crédito e lojas virtuais, para que ele possa automatizar processos e ganhar produtividade.

BV - O que é a contabilidade consultiva e como isso pode ajudar pequenos e médios negócios do varejo?

PN - A contabilidade consultiva é uma nova postura do contador, que deixa de atuar somente como um despachante, que cuida dos impostos e burocracias, e passa a atuar como um verdadeiro consultor de negócios, ajudando o empresário a alcançar o sucesso. Esse movimento está transformando milhares de contadores em todo o Brasil, os quais estão ajudando os pequenos e médios varejistas a dominar os números do negócio, controlar o estoque, definir o público-alvo, gerenciar melhor as pessoas e aprimorar todos os critérios de gestão.    

BV - Algum recado para os lojistas?    

PN - Tenha um Contador Consultor ao seu lado! Ele será o seu braço direito para alcançar os seus objetivos.

 

Se você, lojista, está buscando estratégias para obter ganhos ainda maiores neste ano, volte sua atenção à melhoria dos principais pontos da gestão financeira de seu negócio, e para isso, conte com um bom serviço de consultoria!

Converse com a Marco Contabilidade Consultiva.

Posts Relacionados

Como criar um cronograma de trabalho para seus funcionários

Como criar um cronograma de trabalho para seus funcionários

data 29/04/2019

Você já se atentou para o fato de que, como gestor, você cumpre papel fundamental para que sua equipe alcance melhores resultados de rendimento? Entenda como o cronograma de trabalho pode ser uma ferramenta de produtividade.

Continuar Lendo >>
Seu restaurante está aproveitando o regime monofásico do PIS/COFINS?

Seu restaurante está aproveitando o regime monofásico do PIS/COFINS?

data 20/03/2019

Neste post, trataremos de alguns pontos de atenção necessários para que o empresário do ramo dos restaurantes inscrito no regime do Simples Nacional alcance maior compreensão acerca da tributação sobre os produtos vendidos no estabelecimento, evitando prejuízos. O primeiro quesito a destacar é a incidência do regime monofásico sobre o setor. Entenda!

Continuar Lendo >>
Vale a pena comprar automóvel em nome da empresa?

Vale a pena comprar automóvel em nome da empresa?

data 11/03/2019

Você, empresário, já ouviu alguma vez a expressão “venda direta” para automóveis? Trata-se de uma opção para a qual donos de empresa que precisam realizar a compra de um ou mais veículos geralmente estão ligados, que diz respeito a um tipo de venda exclusivo entre concessionárias e qualquer tipo de empresa que apresente CNPJ. Acompanhe as principais informações que você precisa saber sobre o assunto!

Continuar Lendo >>

Agende uma apresentação agora mesmo!

Clique aqui